Polícia Por: Redação Rede Piauí Repórter 17 Jun 2019 09:21 Região de Picos

Acusado de degolar vítima na porta de motel é preso em Picos

De acordo com a PRF, o suspeito estava foragido há quatro anos, escondido no estado alagoano.


Um homem, identificado como Erinaldo Francisco da Costa, foi preso pela Polícia Rodoviária Federal, na noite dessa sexta-feira (14), no km 139, da BR 101, no município de São Miguel dos Campos, em Alagoas. Ele é acusado de degolar Francisco Geovani de Oliveira, na cidade de Picos, em 2015. De acordo com a PRF, o suspeito estava foragido há quatro anos, escondido no estado alagoano.

Acusado de degolar vítima em Picos 

 Acusado de degolar vítima na porta de motel é preso em Picos.

Durante o início da noite, os agentes fizeram abordagem a um veículo modelo Fiat/Strada, de cor preta e placa lograda em Rio Largo-AL. De acordo com informações da PRF, ao solicitar a documentação da pessoa e do veículo, o condutor informou que não portava o documento pessoal de identificação ou a sua CNH. O motorista foi então indagado pela polícia, se ele tinha alguma passagem pela polícia.

O motorista informou que praticou um homicídio na cidade de Picos, mas que estava solto por ter sido em legítima defesa. A PRF fez então uma busca na internet e localizou reportagens de grande repercussão sobre o homicídio praticado pelo motorista. Ele é acusado de degolar a vítima.

O homem apresentou aos policiais foto do seu RG, CPF e título de eleitor que estavam guardados em seu celular. Agentes então entraram em contato com a Delegacia de Picos, que identificou o suspeito e providenciou o mandado de prisão preventiva, através da Juíza Titular da 5ª Vara da Comarca de Picos.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão ao homem para cumprimento do mandado e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil em São Miguel dos Campos para a realização dos procedimentos legais.

O crime

Francisco Geovani de Oliveira foi assassinado, no dia 25 de outubro de 2015, com uma facada no pescoço, na entrada de um motel , no bairro Junco, cidade de Picos. De acordo com informações da polícia, a motivação do crime foi passional.

Erinaldo teria cometido o crime porque suspeitava que Giovani estivesse tendo um relacionamento amoroso com sua ex-companheira, Ivanilda Luíza de Jesus.

Na época, o tenente Elias de Sousa, do 4° Batalhão da Polícia Militar de Picos, relatou que o acusado foi até o motel onde a ex-esposa trabalhava para tirar satisfações como ela não quis falar com ele, Erinaldo foi atrás de Geovani e o convenceu a ir ao motel. Ao chegar no local, a vítima foi surpreendida e acabou sendo morta.

Fonte: RiachaoNet.




Deixe seu comentário: